Veneza, comendo bem e barato nas osterias da cidade

Quem vem a Veneza encontra uma grande dificuldade na hora de escolher um lugar onde comer. São muitas as opções, mas o risco de entrar em uma furada é grande, visto a quantidade de restaurantes com menu turístico e outros locais vendidos como tipicamente italiano, mas que na verdade não são assim tão genuínos.

Outro fato que pesa é que Veneza é uma cidade cara e uma refeição não fica de fora dos altos preços. Para quem não pretende gastar muito, e mesmo assim quer conhecer a culinária veneziana e se jogar em uma experiência gastronômica típica, a grande pedida são as osterias.

Em Veneza, as osterias são verdadeiras instituições. O veneziano típico no final do dia sai do trabalho e dá uma passadinha na osteria para beber um spritz ou uma taça de vinho e comer um “cicchetto” (se pronuncia “tchiquêto”), que para nós seria o tira-gosto. Geralmente as osterias são simples bares, com decoração bem rústica onde no balcão ficam expostos os tira-gostos.

Você pode escolher o que quer experimentar e fazer o seu pratinho com diversos salgadinhos. A variedade é grande e vale a pena pedir um de cada para poder experimentar e depois fazer o bis com seu preferido.

osteria veneza

As osterias em Veneza também são chamadas de “bacaro”. A origem da palavra bácaro vem de Bacco, o Deus do vinho. Outra explicação diz que os bácaros eram os pequenos produtores de vinho que chegavam à Praça São Marco, em Veneza com um barril de vinho e uma série de deliciosas frituras a base de peixe para vender aos venezianos.

Os bácaros são frequentados principalmente pelos venezianos, mas muitos turistas em busca de uma experiência verdadeira na tradição e na história de Veneza procuram esses locais para experimentarem os “cicchetti” típicos.

Uma das características interessantes dos bácaros é que praticamente não existem cadeiras. As pessoas escolhem o que irão comer no balcão, pedem uma taça de vinho e comem em pé, apoiando comida e bebida nas mesas ou nos barris dispostos do lado de fora da osteria.

O que pedir nas osterias?

São muitas as opções. Existe uma enorme diversidade de crostini, que são torradinhas ou pedacinhos de pão com algum recheio por cima. A criatividade impera e aqui o meu conselho é: experimente de tudo, vai valer a pena. Quem não dispensa uma boa fritura pode aproveitar para experimentar as polpettas, que se parecem muito com nossos bolinhos: carne, peixe e batata são os principais sabores, mas tem também que utilize legumes como a beringela.

Ainda no universo da fritura, a mozzarella in carrozza é um tira-gosto muito tradicional por aqui. Trata-se de um pão de forma recheado geralmente com presunto e mozzarella ou anchovas, passado no ovo e frito. É uma delícia.

Leia mais: 5 restaurantes para conhecer em Veneza

Outro tira-gosto imperdível é a sarda in saorIr a Veneza com a proposta de aproveitar a gastronomia típica e não experimentar esse prato é perder um momento único de deleite. A sarda in saor nada mais é do camadas de sardinhas alternadas com camadas de cebola regadas com vinagre e um pouco de uva passas. Esse prato da tradição veneziana é dos tempos em que o peixe deveria se conservar durante as longas viagens de barco, portanto ainda hoje, ele fica ainda mais gostoso se consumido 24 horas depois de ser preparado. Quanto mais passa o tempo, mais a sardinha pega o gosto da cebola e do tempero.

comer em veneza

Outro prato típico veneziano servido em qualquer bácaro de respeito é o bacalhau. As variações são muitas, mas a receita mais conhecida é o baccalà mantecato, um tipo de creme de bacalhau preparado com azeite de oliva, alho e salsinha que recheiam os crostini, uma torradinha como a bruschetta.

crostini baccala

O acompanhamento é por excelência o vinho, que os venezianos muitas vezes alternam com o Spritz, drink que há um certo tempo virou moda em todo mundo, mas que aqui já faz parte da tradição há muitos anos.

Leia mais: Onde tomar um Spritz em Veneza

Nos bácaros o vinho da casa é chamado de “ombra”, palavra italiana para sombra. Isso porque antigamente, os vendedores de vinho que chegavam a Veneza seguiam a sombra do campanário de São Marco, para proteger o vinho do sol.

comida em veneza

Onde encontrar as osterias em Veneza?

Elas estão por toda parte. Historicamente muitas delas ficavam concentradas na região de Rialto, onde funcionava o comércio da cidade. Com as trocas comerciais com o Oriente, era esta a zona da cidade por onde passavam os forasteiros em busca de uma paragem, comida e bom vinho. Mas hoje as osterias estão espalhadas por todos os bairros da cidade. O charme de Veneza está em se perder pelas calles e quem sabe encontrar um bácaro interessante pelo caminho.

Alguns endereços

Un Mondo di Vino
Canareggio 5984/A (San Casciano)

Osteria Al Portego
Castello San Lio 6014 (San Lio)

Osteria La Patatina
San Polo 2741/A (Campo San Polo)

Ostaria Al Ponte
Cannaregio 6378 (Ponte di San Giovanni e Paolo)

Alla Vedova
Cannaregio 3912 (Calle Del Pistor)

Al Mercà
San Polo 213 (Mercato di Rialto)

Procurando hotel em Veneza? Clique aqui
9 comments
Previous Post
Next Post