Um passeio por Soave, no Vêneto

Prosecco, Valpolicella, Amarone, Bardolino e tantos outros. A riqueza do Vêneto a nível de denominações de origem de vinhos e território de produção é inquestionável. A região é a maior produtora de vinhos da Itália e referência mundial do setor. Isso quer dizer que uma viagem pelo Vêneto pode te proporcionar muito mais do que uma simples visita aos pontos turísticos e cidades mais importantes, mas sim um mergulho na cultura do vinho e do território.

Verona é uma cidade com vários pontos de interesse para os amantes do vinho. As colinas veroneses são conhecidas pela produção do famoso Amarone, um dos vinhos mais apreciados do mundo e a proximidade com o Lago de Garda proporciona um clima ideal para o cultivo de uvas Corvina, Rondinella e Molinara, as mesmas utilizadas para produzir o famoso Valpolicella, tanto conhecido aí no Brasil.

castelo em soave

Bem pertinho de Verona, pouco antes de chegar à cidade (para quem vem de Veneza), está Soave, uma cidadezinha medieval graciosa que vale a pena visitar. Como tantas cidades medievais aqui na Itália, Soave é cercada por uma muralha e é muito gostoso percorrer com calma suas ruas e ver o vai e vem dos moradores. O ponto alto é o Castello, que é o emblema da cidade com sua muralha de 24 torres e cercado de parreiras. No período do ano em que os cachos de uva estão crescendo, é um visual encantador.

soave itália

castelo de soave veneto

Por detrás do castelo entrei em uma pequena trilha no meio do verde que leva de volta à cidade. É um passeio muito agradável. Uma visita a Soave não vai ser completa se você não experimentar o Soave. Saborear um vinho em seu próprio território de produção é uma experiência que tem um sabor indescritível, só vivendo pra poder sentir,tem coisas que não dá pra contar. O Restaurante e Enoteca Il Drago, pouco antes da ruazinha que leva ao castelo serve pratos deliciosos a um preço bem razoável. Primo (massas) de 8 a 11 euros e secondi (carne ou peixe), de 13 a 20 euros.

Acompanhados claro de uma bela taça de soave. O Soave é feito a partir das uvas garganega e trebbiano di soave e tem um gosto delicado (soave) com toques cítricos e notas de amêndoas e perfume de flores. Uma versão preciosa é o Recioto di Soave, um vinho branco doce com toques de mel e damasco. O Soave vai muito bem com peixe, frutos do mar e queijos.

soave na itália

vinho soave

uva soave

 

 

 

 

 

14 comments
Previous Post
Next Post