Receita com aspargos

A cozinha aqui na Itália é muito baseada nos produtos de cada estação. O lado ruim é que as melhores frutas como pêssego, cereja, damasco, melão, morango e melancia começam a aparecer em meados da primavera e início do verão. Este ano, o frio e as chuvas estão durando mais que o previsto e isso tem atrapalhado muito a produção agrícola. Obviamente é possível encontrar no supermercado de tudo, em qualquer estação, mas isso não garante o consumo de uma fruta ou verdura fresca. Geralmente o que vem de fora do continente europeu amadurece nos porões dos navios e não é nada saudável ir contra a natureza e consumir morangos em pleno inverno. Para entender melhor o que cada estação produz, eu imprimi uma mandala das estações feita pelo Slow Food e colei na parede da cozinha da minha casa.

Estamos na época de várias coisas gostosas e uma delas é o aspargo. O período de produção vai de abril a junho, e quando está em seu auge, o aspargo é utilizado em várias receitas e pratos. Aqui no meu prédio, se a gente sai na hora do almoço ou do jantar, o corredor tem um cheirinho muito gostoso de aspargos.

aspargo branco

Além de delicioso, o aspargo é rico em vitaminas e sais minerais e possui propriedade diurética por ter alto conteúdo de água (92%) e fibra. Na indústria cosmética é utilizado para preparar máscaras tonificantes e, por conter ácido fólico, é altamente recomendável para as grávidas. Outro ponto positivo é que o aspargo tem  baixa quantidade de calorias e carboidratos, mas é rico em proteínas. Cada 100 gramas possui 29 kcal. Ótimo para a dieta.

O Vêneto é um grande produtor de aspargos. Aqui na província de Treviso, a cidade de Badoere é muito conhecida, pois possui um solo que potencializa o cultivo. Todos os anos acontece a Mostra do Aspargo na cidade e durante quase 2 semanas são servidos pratos típicos a base de aspargo, além de apresentações culturais e musicais. Eu não conhecia o aspargo branco, mas apesar da aparência esquisita ele é tão gostoso quanto o verde. Na verdade é a mesma espécie de aspargo, só que cultivado de forma diferente. O branco cresce debaixo da terra e pela falta de sol não desenvolve a cor verde. Um bom aspargo, aquele certificado, com controle de proveniência custa aproximadamente 5 euros, o quilo. Pelos dois maços da primeira foto eu paguei 10 euros. Cada um tinha 1kg.

aspargos receita

Aqui na Itália, o aspargo é feito de várias maneiras. Uma das mais conhecidas é com ovos, ou frito ou cozido. Confira a interpretação da Nigella Lawson para a receita neste link. Vale a pena.

Eu preparo o aspargo de duas maneiras. Quando quero estar mais leve e sem peso na consciência, cozinho em uma panela com água por uns 20 a 30 minutos (sempre repondo a água que evapora) e quando está pronto, como assim mesmo, com um pouquinho de sal e azeite de oliva. Para quem quer impressionar, vai aí minha receita sem mistérios e muito fácil de Penne ao Creme de Aspargos:

Lave os aspargos e retire levemente a pele (assim como a gente tira a pele da cenoura), cozinhe em água abundante por 20 ou 30 minutos. Quando estiver mais molinho, retire do fogo e corte em pedacinhos reservando as pontas. Refogue em azeite e cebola, coloque o sal como preferir e regue com um pouquinho de vinho branco. Quando estiver bem mole e se desfazendo desligue o fogo, espere esfriar e bata no liquidificador(se precisar use um pouco da água do cozimento). Está pronto o creme de aspargos. Faça a massa conforme indicação de tempo de cozimento da embalagem, junte ao creme de aspargos e acrescente as pontas. O prato pede um vinho branco à altura. Sugiro Pinot Bianco, Chardonnay e Sauvignon Blanc. E viva o aspargo!

receita aspargo

aspargo receita

risotto de aspargo

preço do aspargo

 

 

 

 

 

 

 

 

8 comments
Previous Post
Next Post