Raboso, o vinho do Piave

São tantas as variedades autóctones existentes aqui na Itália que só mesmo grandes enófilos e entendedores de vinhos podem conhecer e ter experimentado parte delas. Eu não sou uma grande especialista em vinhos, apenas gosto muito, sou curiosa, estudiosa e tenho a sorte de viver em um território que oferece muito em termos de vinho.

O vinho na Itália e em qualquer lugar do mundo tem muito a contar sobre o território. O Raboso é um vinho de origem muito antiga e que tem um laço muito forte com a zona em que é produzido, o rio Piave, conhecido como rio sagrado da pátria. Esse rio foi cenário das grandes batalhas da I Guerra e certamente não por uma brincadeira do destino é ali que cresce o Raboso, um vinho tido por muitos como indomável.

vinhedo bellussera

Por séculos o raboso foi o único vinho que a República de Veneza conseguiu exportar para o Oriente pois suas características organoléticas permitiam que fizesse longas viagens. É uma variedade rica de taninos, com alta percentual de acidez e muito resistente ao mofo, a doenças, ao frio e ao passar do tempo, tanto que, antigamente, quando nascia uma criança, usava-se guardar um raboso para o dia do seu casamento.

trator

borgo malanotte
O Borgo Malanotte, um dos locais de produção do Raboso
vinícola italiana
Vinícola Ca´di Rajo, que produz um excelente Raboso

vinho do papa

12 comments
Previous Post
Next Post