Qual é a melhor época para visitar Veneza?

Qual é a melhor época para visitar Veneza? Esta é uma das perguntas que mais recebo nos comentários do blog e nas redes sociais. Veneza é um sonho pra muita gente, e a insegurança na organização da viagem é normal, já que a cidade anfíbia é mesmo muito diferente de qualquer outro lugar que a gente conhece. Não dá pra dizer que em Veneza exista uma baixa temporada, a cidade tem sempre um bom fluxo de turismo.

Existem alguns períodos que considero melhores, mas a escolha da melhor época para viajar depende de muitos fatores como disponibilidade de férias e financeira, estação do ano (frio/calor), datas comemorativas, eventos, férias escolares etc. Cada período do ano

Janeiro – Fevereiro – Março

O inverno em Veneza é rigoroso. A proximidade com a laguna e o vento que sopra do Adriático faz com que a estação seja bem fria. Nesta época existe ainda a possibilidade de ocorrer o fenômeno da maré alta, que, ao contrário do que muita gente pensa, não é um grande inconveniente. Para uns pode não ser muito agradável, mas sem dúvidas, é uma experiência interessante. No dia 1º de janeiro, muitos museus, lojas e estabelecimentos ficam fechados.

Seis de janeiro é o dia da Epifania em toda a Itália. A tradição diz que no dia 6 uma velhinha passa para todas as crianças, assim como o Papai Noel. Se a criança foi boa durante o ano, a Befana (uma velha que parece mais uma bruxa) deixa alguns doces, caso contrário, um pedacinho de carvão. Em Veneza a comemoração se faz com a Regata da Befana, onde senhores travestidos de Befana participam de uma competição que termina em Rialto. Outro fato interessante da data é o funcionamento da Torre do Relógio. É o único dia do ano que o sistema de trilhos funciona e o anjinho e os reis magos passam em frente à Nossa Senhora.

Durante este período acontece também a festa mais famosa de Veneza, o Carnaval. Para saber as datas e a programação do próximo Carnaval, clique aqui. Se a ideia é conhecer Veneza com calma, os dias principais deste período (sextas,sábados e domingos) devem ser evitados. A cidade fica lotada, e o circuito turístico Rialto-São Marcos intrasitável pela quantidade de turistas e pessoas fantasiadas. As tarifas dos hotéis podem chegar a 400 euros a noite. Uma opção é se hospedar em Mestre ou em Treviso.

Abril – Maio – Junho

Muita gente considera o período da primavera o melhor para visitar a cidade. É o início da temporada, quando o frio rigoroso ficou pra trás e começam os dias de temperatura mais amena e agradável. As mudanças climáticas têm afetado muito as estações, mas geralmente o início de abril ainda faz um friozinho de leve, principalmente pela manhã e à noite.

A cidade começa a ficar mais cheia e uma dica é comprar os ingressos das atrações principais com antecedência. Os preços dos hotéis podem subir principalmente na semana da Páscoa, é bom sempre conferir no calendário quando cai a Semana Santa. Vale lembrar que a segunda-feira logo após o domingo da Páscoa é o feriado de Pasquetta e no dia 25 de abril comemora-se a fundação da cidade e o padroeiro da cidade, São Marcos.

Os ares de primavera são bem propícios para esticar e percorrer a Estrada do Prosecco, em Treviso. A paisagem de tirar o fôlego fica ainda mais bonita neste período e vale a pena também visitar uma vinícola e marcar uma degustação.

No final de maio, começa a Bienal. Nos anos pares, Veneza sedia a bienal de arquitetura e nos anos ímpares, a de arte. É um momento bem interessante para quem gosta de mostras e exposições. No final de junho, o calor começa a apertar e a proximidade com as férias escolares faz com que os preços das passagens aéreas tenham um leve aumento.

Julho – Agosto – Setembro

Período de altíssima temporada e de muito calor. Coincide com as férias na Europa, então a cidade recebe um fluxo muito grande de turistas. É um mito que as coisas fecham. Em cidades turísticas como Veneza, o centro histórico mantém suas lojas sempre abertas. Alguma variação pode acontecer no dia 15 de agosto,  feriado nacional. No verão é necessário ter muita paciência e programar tudo. Nos dias de forte calor, uma boa dica é visitar os museus que você tem maior interesse, com o cuidado de comprar os ingressos com antecedência para evitar as longas filas.

Abro um parêteses para falar da temperatura. Veneza fica em uma laguna e a umidade é muito elevada. O frio gélido que faz no inverno transforma-se em um calor escaldante nos dias de verão. Até mesmo quem vem das cidades mais quentes do Brasil sofre no verão de Veneza, a dica então é beber muita água, manter-se hidratado, calçar sapatos confortáveis, roupas muito leves e usar protetor solar, chapéu, boné. Vale tudo pra se proteger, além de uma boa dose de paciência.

No terceiro final de semana de julho, acontece a Festa do Redentor, uma das festas religiosas mais comemoradas pelos venezianos, que atrai também um grande número de turistas interessados em ver a queima de fogos noturna, que é mesmo lindíssima.

O mês de setembro ainda é considerado alta estação, o preço das passagens aéreas e hotéis ainda é um pouco elevado, mas o calorão dá uma trégua. Se puder escolher entre os três meses, opte por setembro.

Outubro – Novembro – Dezembro

Todo o mês de outubro até meados de novembro é um período ótimo pra visitar Veneza. O fluxo de turistas cai, a teperatura é mais baixa, mas não é gelado, e é possível curtir as atrações da cidade sem enfrentar longas filas. É difícil prever as chuvas diante das mudanças climáticas dos últimos anos, mas elas podem se concentrar neste período. Já a partir de meados de setembro pode ocorrer o fenômeno da “acqua alta”, quando a maré sobe, mas nada de pânico, é vida normal na cidade.

Para quem gosta de tranquilidade e não tem medo do frio, os meses de novembro e dezembro são uma delícia. A cidade fica mais calma, é possível fazer uma foto na Ponte de Rialto sem ter de “brigar” por um lugar e as manhãs e tardes na Praça São Marcos ficam ainda mais fotogênicas. A cidade finalmente volta a ser dos venezianos. Os dias se alternam entre céu azul e límpido e a misteriosa neblina que deixa Veneza ainda mais fascinante.

Entre os eventos, destaca-se a festa de Nossa Senhora da Saúde, todo dia 21 de novembro, e o reveillon, comemorado na Praça São Marcos. Muita gente me pergunta se vale a pena vir a Veneza no inverno. Eu acho que vale, mas tudo tem seu lado positivo e negativo. É muito gostoso poder curtir a cidade sem a multidão de turistas, mas vale lembrar que no inverno os dias são mais curtos, anoitece mais cedo e faz muito frio. Se a sua intenção for visitar Veneza neste período, informe-se sobre o melhor modo de se vestir para se proteger das baixas temperaturas.

Quer saber mais sobre os eventos de Veneza, mês a mês? Clique aqui e leia o post.

 

0 comments
Previous Post
Next Post