Liubliana, o que ver na belíssima capital da Eslovênia

A maioria das pessoas quando pensa em um roteiro pelo leste europeu privilegia cidades como Praga e Budapeste sem imaginar que a Eslovênia tem todos os atributos de um típico país do leste, mas com um plus: a natureza. Lagos, montanhas, cachoeiras, nascentes. Tudo isso a poucos quilômetros da capital Liubliana. Mas o que ver na belíssima capital da Eslovênia?

A Eslovênia faz divisa com a Itália, a Hungria, a Croácia e a Áustria. Saímos de Treviso, a cidade onde eu moro pela manhã e em 2h30 estávamos na porta do hotel em Liubliana. Para atravessar a fronteira, na cidade de Trieste, é necessário comprar um selinho para colar no carro chamado vignette. Custa 15 euros e te dá direito de rodar pelo país por 15 dias. O selo pode ser comprado na fronteira, quando a gente para no pedágio.

o que ver em liubliana eslovênia dragão

A Eslovênia teve sua independência declarada em 1991, da República Socialista da Yugoslávia e, desde 2004, faz parte da União Europeia. A moeda é o euro e muita gente fala bem o inglês.

Liubliana é uma cidadezinha de médio porte, mas tem um centro histórico pequeno e gracioso, onde caminhar a pé é uma agradável obrigação. Tudo isso porque há 9 anos, o prefeito eleito eliminou completamente o tráfego de veículos no centro histórico. Os únicos meios de transporte são a bicicleta e pequenos carrinhos elétricos, como aqueles de campo de golf que podem ser utilizados gratuitamente pela população e turistas. As atrações de Liubliana são facilmente percorridas a pé. Um roteiro básico pela cidade inclui alguns pontos principais, mas é um barato passear por suas ruas ou ver gente passar sentada em um dos bares às margens do rio Liublianica.

o que ver em liubliana capital da eslovênia

O Castelo

o que ver em liubliana capital da eslovênia (2)

O passeio pela capital da Eslovênia começa pelo antigo castelo. Habitado em período céltico e romano, o castelo foi destruído e reconstruído por diversas vezes como fortaleza. Foi ainda utilizado como arsenal e hospital militar, quase destruído novamente no período napoleônico e durante o império austríaco virou uma prisão até o final da segunda guerra mundial. Foi muito trabalhoso reestruturar o castelo e mesmo que a ideia fosse reviver seu período medieval, poucos elementos restaram. Hoje o castelo abriga algumas salas expositivas e a exibição de um filme explica sua história. O ponto forte é a torre de onde se pode ter uma ótima panorâmica da cidade. A subida ao castelo é feita por uma funicular.

As pontes

o que ver em liubliana capital da eslovênia pontes

Liubliana é cortada pelo rio Ljiubljianica. Segundo a lenda, a cidade foi fundada por um mitológico herói grego que na nascente deste rio lutou com um monstro e o matou. Este monstro era o dragão liublianense, hoje símbolo da cidade. O rio é artéria da cidade e é atravessado por diversas pontes. A Ponte do Dragão é decorada com o símbolo da Liubliana e conduz à Praça Vodnikov e ao famoso mercado que acontece de segunda a sábado na cidade. Frutas, verduras, legumes, algumas roupas e artigos artesanais. Um passeio interessante para descobrir a vida local. Bem próximo ao mercado está um equipado centro de informações turísticas.

o que ver em liubliana capital da eslovênia ponte dos dragões

A Ponte dos Açougueiros, Mesarski most, curiosamente é a ponte do amor em Liubliana. É lá que os casais colocam os famosos cadeados. Construída em 2010, é uma ponte moderna decorada com esculturas do artista esloveno  Jakov Brdar.

A Ponte dos Sapateiros foi realizada pelo arquiteto Plečnik, que teve enorme importância no contexto urbano de Liubliana. Era ali que se encontravam as bodegas dos antigos sapateiros. Mas é a Ponte Tripla (Tromostovje) que delimita o ponto mais central da cidade, a praça Prešernov, e onde a gente vê o vai e vem dos turistas, dos locais e dos estudantes que lotam Liubliana. Em frente à Ponte Tripla está a Igreja Franciscana, que marca o centro da cidade. Não deixe de caminhar alguns metros na rua paralela à igreja para ver as magníficas construções em estilo liberty da cidade.

O porticado e o legado de Jože Plečnik

o que ver em liubliana capital da eslovênia (3)

Liubliana é uma cidade admirável do ponto de vista arquitetônico. Em 1921, depois de estudar em Viena com Otto Wagner, o arquiteto Jože Plečnik torna à cidade natal e remodela Liubliana. Modifica o urbanismo na cidade, tendo como modelo a antiga Atena e introduz elementos clássicos como colunas e balaustras, dando-lhes uma nova interpretação. Para quem, como eu, gosta de arquitetura, é fascinante identificar pela cidade, os toques de Plečnik, que possuem uma identidade inconfundível. Uma da obras mais importantes é o mercado central da cidade, com seus pórticos e arcos (foto acima).

o que ver em liubliana capital da eslovênia Plecnik

Cidade velha

O centro histórico medieval da cidade fica do outro lado do rio (o lado do castelo) e é formado por três praças: Stari, Gornji e Mestni. A Catedral da Liubliana se destaca entre outras construções barrocas dos prédios históricos. De estilo barroco, a igreja é ricamente decorada com o típico dourado do período austríaco. Vale a pena entrar para admirar os altares, o órgão e toda a decoração. As portas de bronze são recentes e foram realizadas em 1996 quando o Papa João Paulo II visitou a cidade. Na porta principal, repare na mão que empunha um cravo, simboliza o agradecimento do povo esloveno ao reconhecimento por parte do Vaticano de sua independência.

o que ver em liubliana na eslovênia

Mais adiante está a Praça Cívica e a prefeitura de Liubliana, a área foi reconstruída depois do terremoto de 1511, quando as construções medievais ficaram completamente destruídas. A Fonte dos Três Rios, realizada pelo escultor veneziano Francesco Robba, surge imponente em um dos pedaços da cidade que eu mais gostei. Seguindo até a praça Gornji, vire à esquerda em frente à fonte e repare nas construções, são os prédios mais antigos da cidade.

liubliana catedral na eslovênia

Onde comer

onde comer em liubliana capital da eslovênia

Liubliana tem uma grande seleção de bares, restaurantes e cafés. É quase obrigatório uma parada para um drink ou um café em um dos tantos bares à beira do Rio Liublianica. A tradição gastronômica da Eslovênia é muito voltada para pratos fortes e invernais como sopas, goulach, carne e salsicha. Mas existem restaurantes especializados na culinária de mar, cozinha internacional, pizzarias, cervejarias, enotecas e confeitarias. Para quem procura pratos eslovenos típicos sugiro o Sokoluma taverna típica com boa comida, onde dá pra ter uma experiência gastronômica bem interessante. Para quem prefere ficar na culinária internacional, sugiro o Café Romeo   . Para o drink em frente ao rio Liublianica, sugiro o simpático Slovenska Hisa.

Onde dormir

Nós ficamos no Park Hotel, um três estrelas muito bem localizado, com estacionamento e a poucos passos da Ponte dos Dragões. É um hotel grande e os quartos são muito confortáveis. Café da manhã variado e o staff é muito gentil. Uma boa opção. Para informações e reservas, clique aqui.

dica hotel em liubliana capital da eslovênia

Mais informações sobre a cidade

A Eslovênia está investindo muito na promoção do turismo no país, principalmente na capital. Basta ver o ótimo site do escritório de turismo da cidade, onde dá pra encontrar muitas informações e montar seu roteiro. Veja mais aqui.  

Meu muito obrigada ao escritório de turismo da Eslovênia que nos ajudou prontamente com o roteiro e todas as informações necessárias para que tivéssemos um final de semana maravilhoso na cidade. 

 

 

 

8 comments
Previous Post
Next Post