Gôndola traghetto, a famosa gôndola de 2 euros

O Canal Grande é a principal “avenida” de Veneza, que corta a cidade ao meio em duas partes. Sua extensão é de aproximadamente 4,2 km e existem apenas 4 pontes para atravessá-lo espalhadas em todo seu curso. Isso quer dizer que, dependendo do ponto onde você esteja, atravessar a pé para o outro lado da cidade pode ser bem demorado. A menos que você conheça o serviço da gôndola traghetto, a famosa gôndola que custa 2 euros.

As gôndolas traghetto ou “da parada” são um serviço público do Comune de Veneza e facilitam muito a vida dos moradores e até dos turistas. As paradas são espalhadas em alguns pontos nas margens do Canal Grande e o trajeto é sempre o mesmo,de um lado para o outro do canal. Não é um passeio de gôndola, até porque a viagem dura poucos minutos, é só o tempo de atravessar de uma margem à outra.

As gôndolas são compartilhadas, saem cheias de uma margem, e quando chegam do outros lado, os passageiros descem e dão lugar a quem irá atravessar no sentido contrário. A gôndola traghetto se difere das outras porque não é decorada, passa longe da beleza das gôndolas turísticas, mas ainda assim, é muito tradicional. São guiadas por dois gondoleiros posicionados nas extremidades, que muitas vezes conversam entre eles em dialeto veneziano. Quem entende o italiano irá perceber que o dialeto é praticamente uma outra língua.

Fazer a travessia do Canal Grande em uma gôndola da parada custa 2 euros para os turistas e 70 centavos para residentes. E não, elas não substituem o tradicional passeio de gôndola. O serviço existe para viabilizar a travessia do canal de modo fácil e barato e evitar que as pessoas tenham que caminhar muito e dar voltas para chegar até o outro lado do canal. O percurso dura poucos minutos.  Se você tem dúvidas se vale ou não vale a pena andar de gôndola em Veneza, custos e outras informações, recomendo que leia este post aqui.

Procurando hotel em Veneza? Clique aqui

Onde pegar?

Existem três pontos ativos com as gôndolas traghetto. Um dos mais utilizados é o que faz a travessia do Mercado de Rialto a Santa Sofia. A parada fica bem em frente ao mercado do peixe e ao atravessar, a gôndola deixa os passageiros ao lado do palácio Ca’ Sagredo. Outro ponto (menos utilizado pelos turistas) é San Tomà, que sai do bairro de San Polo e chega ao bairro de São Marcos. De 1º de outubro a 31 de março, o serviço funciona das 7h30 às 18h30; de 1º de abril a 30 de setembro, das 7h30 às 19h.

Outro ponto da gôndola traghetto de grande interesse turístico é Santa Maria del Giglio, nesta parada é possível atravessar o Canal Grande até o bairro de Dorsoduro, bem próximo à basílica de Nossa Senhora da Saúde. De  1º de outubro a 31 de março, o serviço funciona das 9h às 17h; de 1º de abril a 30 de setembro, das 9h às 18h.

Basílica da Saúde, para chegar basta pegar o traghetto Giglio

O serviço não funciona nos dias: 25 e 26 de dezembro, 1º de janeiro e 15 de agosto. Nos dias 24 e 31 de dezembro, as gôndolas funcionam até as 13h.

6 comments
Previous Post
Next Post