Fazer feira na Itália

A primeira coisa que a gente aprende quando vai fazer feira na Itália é: aqui é proibido o desperdício. Quando eu me mudei pra cá pela primeira vez, morei com uma tia e na casa dela deixar um grão de arroz no prato era sacrilégio, tinha que comer tudo. Coisas de gente que já conviveu com a guerra e outros episódios difíceis.

mercado italiano

Nas cidades italianas não existem somente grandes supermercados. Por aqui, as feiras e vendas sobrevivem como alternativa para quem prefere consumir alimentos frescos direto do produtor. O vendedor de frutas e verduras se chama fruttivendolo e é ele quem escolhe o que você vai levar. Você pede 1 quilo de batatas, mas é ele que escolhe e pesa. Eu não me preocupo. Nunca tive problemas, eles são muito honestos e obviamente não querem correr risco de te entregar uma porcaria e você nunca mais voltar. E cada um tem seu fruttivendolo de confiança. Eu vou sempre no mesmo.

feira na itália

Uma coisa importante: jamais toque nos produtos com as mãos. Esta é uma prática não muito bem vista no momento de fazer feira na Itália. Pode ficar sossegado que o responsável pela venda vai saber te dar a fruta e verdura fresca.

mercadinho na itália

Quando não temos muito tempo de frequentar as feiras ou vendas, a gente vai no supermercado. Ali também é de bom tom respeitar algumas regras. É você mesmo que pega e pesa frutas e verduras, mas é necessário usar uma luva de plástico. Geralmente cada produto tem um código. Com o produto no saco plástico você vai até a balança e digita o número correspondente. A máquina calcula o peso e o preço e te dá o adesivo para colar na sacola. Prático e sem complicações.

mercado na itália

Em alguns supermercados, existe o caixa rápido, onde você mesmo é quem passa o código de barras do produto e paga em autonomia. Tem sempre uma supervisora por perto para ajudar quem tem dificuldade e talvez também para evitar que algum espertinho tente usurpar alguma coisa. Mas nunca vi acontecer. Outra prática que aqui existe e sei que algumas cidades no Brasil adotam: as sacolas de plástico não são gratuitas. Muitas pessoas levam de casa o carrinho de feira ou as próprias sacolas.

Italianos respeitam as estações corretas dos alimentos. Agora no outono, as bancas estão repletas de funghi, de abóbora e de castanhas. No verão, os tomates são maravilhosos e as frutas como melancia, damasco e melão são o suprassumo da doçura. Na primavera, o aspargo é um dos protagonistas. E assim com a mudança das estações, a gente aprende mais uma lição: não dá pra ter tudo na hora que a gente quer. É preciso ter paciência e apreciar o que cada momento nos oferece. A parte mais difícil? Aguardar a próxima ida ao Brasil para aproveitar as melhores frutas do mundo.  Pode acreditar, nisso sim, somos mesmo imbatíveis.

frutas brasileiras na itália

Se você quiser ver mais sobre o cotidiano aqui na Itália, eu posto sempre fotos no Instagram do dia a dia e das coisas que eu vejo e gosto por aqui. Tenho postado algumas coisas legais também no Snapchat. Me adicione por lá também. No Insta e no Snapchat eu sou italiaperamore.

8 comments
Previous Post
Next Post