Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano

Todo mundo conhece ou já ouviu falar de Murano, mas quando chega na ilha, não sabe bem por onde começar a explorá-la. Geralmente quando se desce do vaporetto, na parada Murano Colonna, é normal encontrar algum agente com um crachá que te convida a visitar alguma fábrica para ver o trabalho do tradicional vidro. Mas ali bem próximo, você pode visitar uma realidade mais autêntica e interessante. A Ex-Chiesa di Santa Chiara é uma atração imperdível em Murano.

Para chegar é simples. Quando você desce da parada do vaporetto Murano Colonna, basta seguir pela Fondamenta dei Vetrai, a rua principal que você encontra na cidade. Na primeira ponte você atravessa para o lado esquerdo e logo após o portão de metal, você vira à esquerda novamente. Logo ali, está a antiga igreja de Santa Chiara. A igreja foi construída no século XII e administrada pelos agostinianos até que passou para as mãos das freiras beneditinas que, a causa de má conduta, foram substituídas pelas freiras franciscanas de Santa Clara.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (6)

Quando Napoleão invadiu Veneza, no final dos anos 1700, a igreja foi desconsagrada e tomada para uso de suas tropas. Até que foi comprada e utilizada por uma empresa que produzia garrafas de vinho.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (2)

Com os anos, a estrutura foi inutilizada, até chegar a um ponto de completo abandono. Um empresário do setor hoteleiro, apaixonado por Murano e pela produção de vidro, vislumbrou ali a possibilidade de retomar uma história secular. Giuseppe comprou a propriedade e iniciou um trabalho corajoso de restauro da estrutura. Durante 4 anos, a ex igreja de Santa Clara passou por um grande processo de restauro que trouxe de volta todo o esplendor da época em que era ativa.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (5)

Ali, naquele lugar, Casanova encontrava a noviça com quem teve um de seus mais famosos casos de amor. E a Ex-Chiesa di Santa Chiara viu ao longo da história, as diversas mudanças sofridas durante o período em que a República Vêneta reinava na Europa.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (4)

A produção de vidro de Murano teve inicio em 1291, a partir de um decreto do doge que obrigava todos os produtores de vidro a transferir-se de Veneza para a ilha. O processo produtivo dos vidros de Murano necessita de fornos com alta temperatura, e o risco de incêndio era alto na cidade, já que muitos edifícios eram de madeira.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (3)

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano (7)

Hoje, a Ex-Chiesa di Santa Chiara, além de espaço cultural, abriga um grande showroom de objetos de vidro de Murano, de simples colares até os lustres mais elaborados, dá pra ver de tudo um pouco. Mas o mais emocionante é pode visitar um lugar cheio de história e ver a tradição do cristal de Murano seguir adiante através de várias gerações.

Ex-Chiesa di Santa Chiara, atração imperdível em Murano

A Ex-Chiesa di Santa Chiara funciona todos os dias das 10h às 18h e fica muito perto da primeira parada de vaporetto, Murano Colonna. Para mim foi realmente uma surpresa, pois ver os cristais de Murano em um contexto histórico ligado à ilha é uma experiência única. Tem outro “sabor” ver os objetos expostos em um local cheio de história que em uma simples loja ou showroom.

Quer saber mais sobre Murano? Leia o post dedicado à ilha aqui.

Quer conhecer as outras ilhas de Veneza? Saiba mais aqui.

Procurando hotel em Veneza? Clique aqui
0 comments
Previous Post
Next Post