Dicas de Budapeste – parte II

Como eu disse anteriormente, no primeiro post sobre a viagem (se perdeu clica aqui), Budapeste nasceu da fusão de duas cidades, Buda e Peste. Em Peste, a parte baixa, você vai encontrar a maioria das atrações, o centro da cidade, as lojas, os restaurantes. Em Buda você vai ter a possibilidade de admirar a cidade velha, além de ver Peste de um ponto mais alto.

Para chegar em Buda basta atravessar a Chain Bridge e de lá você tem duas opções. Ou subir pela funicular ou subir a pé, por um caminho. Se não for verão e você não estiver morrendo de cansaço ou calor, vá por mim, vá a pé. A subida é íngrime, mas rapidinho você chega lá e ainda tem a possibilidade de ir parando para vislumbrar o panorama.

O Palácio Real em Buda, visto da Chain Bridge (visto mais ou menos,né?...olha a neblina..hehe)
O Palácio Real em Buda, visto da Chain Bridge (visto mais ou menos,né?…olha a neblina..hehe)
O Palácio Real ou Castelo de Buda
O Palácio Real ou Castelo de Buda
Você pode optar pela funivia e chegar lá rapidinho sem tanta emoção....
Você pode optar pela funivia e chegar lá rapidinho sem tanta emoção….
....ou encarar a escadarinha, que nem é tão assustadora assim, e observar o panorama
….ou encarar a escadarinha, que nem é tão assustadora assim, e observar o panorama

????????????????????????????????????

O Pálacio Real ou Castelo de Buda é o ponto inicial do passeio por Buda. De lá você tem um panorama privilegiado de Peste. Foi uma pena porque no dia em que fomos, tinha muita neblina e a vista ficou comprometida. No Palácio Real funciona uma série de museus interessantes. No pátio interno, eu fiquei impressionada com a Fonte de Matias, uma escultura em bronze incrível de uma caça quando o rei Matias conhece uma de suas mulheres, Illona, a Bela. São de uma realidade incrível as esculturas.

O Palácio Real e sua cúpula
O Palácio Real e sua cúpula

palácio real budapeste

Caminhando pela cidade velha, chega-se à lindíssima Igreja Matias. Construída no século 13, foi palco de importantes acontecimentos como os dois casamentos do próprio rei Matias e da coroação do imperador austríaco Franz Josef e de sua mulher, Sissi.

A Fonte de Matias... uma impressionante reprodução em bronze de uma caça. É incrível, fiquei um tempão admirando os detalhes
A Fonte de Matias… uma impressionante reprodução em bronze de uma caça. É incrível, fiquei um tempão admirando os detalhes

atrações budapeste

igreja sao matias budapeste

 

A estátua do rei Matias
A estátua do rei Matias

Em frente à igreja de Matias está o Bastião dos Pescadores. É uma construção muito particular, com sete torres, intercaladas por escadas, terraços e um caminho panorâmico. É lindíssimo.

atrações de budapeste

Bastião dos pescadores
Bastião dos pescadores

Mas o melhor ponto para se observar a cidade e o Danúbio é sem dúvidas o Monte Gellért, no bairro onde se encontra o Hotel Gellért, o complexo termal mais famoso da cidade. Budapeste é muito conhecida pelas piscinas termais, infelizmente não tivemos tempo de conferir.

A Ponte da Liberdade e o Hotel Gellért ao fundo
A Ponte da Liberdade e o Hotel Gellért ao fundo

É possível fazer um passeio pelo Monte Gellért, em uma caminhada agradável, partindo do monumento a San Gerardo, patrono da cidade. Foi a única atração que vimos abandonada e suja. Continuando a caminhada é possível chegar até Citadella e pelo caminho, o panorama é realmente de tirar o fôlego. É possível ver Budapeste e o Danúbio do alto e dizem que é o lugar ideal para ver o pôr do sol na primavera e no verão. Esse passeio é imperdível.

budapeste dicas viagem

 

O monumento a São Gerardo
O monumento a São Gerardo

rio danúbio budapeste

 

A estátua que representa a liberdade cercada por aquelas que representam o progresso e a luta contra o mal
A estátua que representa a liberdade cercada por aquelas que representam o progresso e a luta contra o mal
Este é o monte onde estávamos (repare a estátua da liberdade) visto de Peste
Este é o monte onde estávamos (repare a estátua da liberdade) visto de Peste
Noturna
Noturna

Veja dicas de onde comer e beber em Budapeste aqui.

11 comments
Previous Post
Next Post