Conheça a Villa Emo, obra-prima de Palladio no Vêneto

Em seus 72 anos de vida, Andrea Palladio projetou obras de tamanha importância que é considerado uma das maiores personalidades da arquitetura ocidental. O conjunto de suas vilas vênetas, projetadas para as nobres famílias da República de Veneza ganhou título de Patrimônio da Humanidade UNESCO, em 1996. A Villa Emo é uma verdadeira obra-prima de Palladio no Vêneto.

villa emo arquiteto palladio veneto
Dentre as 24 vilas projetadas por Palladio no Vêneto, a Villa Emo foi a terceira a ser construída na província de Treviso. Encomendada pela família Emo, provavelmente foi realizada entre os anos de 1557 e 1560 quando Palladio era já bem conhecido entre os aristocratas venezianos.

No início as vilas vênetas eram a expansão da República de Veneza no campo. Os nobres utilizam estas grandes casas para a produção agrícola, um investimento considerado seguro para além do comércio mercantil. E assim passavam férias ou momentos de repouso com suas famílias nestas verdadeiras mansões.

villa emo arquiteto palladio vêneto (2)

A Villa Emo fica em Fanzolo, uma pequena cidade na província de Treviso e faz parte da Estrada da Arquitetura, um percurso que inclui dois circuitos repletos de construções importantes neste estilo. Como toda vila vêneta, a Villa Emo tem um jardim enorme inserido em um contexto agrícola muito bem preservado. A paisagem das estradas que levam até a vila é totalmente campestre com plantações de milho, trigo e alguns vinhedos.

A Villa Emo segue o modelo das vilas vênetas (diferentes das vilas romanas e mediceias, na Toscana), com um corpo central, destinado a abrigar a família e as barchessas laterais destinadas ao depósito dos grãos, estábulos, espaço para produção do vinho e de todo aparato agrícola da estrutura.

villa emo arquiteto andrea palladio vêneto

Todos os cômodos e espaços internos do plano nobre foram afrescados por Giovanni Battista Zelotti. O ciclo representa episódios da mitologia e da história romana e alegorias que reforçam as virtudes, além de cenas e deusas relativas à vida campestre em agradecimento à natureza e seus recursos. O que mais impressiona, como nas outras vilas do Palladio, é a simetria das formas. As duas barchessas, longas e idênticas de 11 arcadas criam uma linearidade incrível em um contexto de harmonia entre o homem e a natureza.

villa emo arquiteto palladio vêneto

Por 450 anos, a vila pertenceu a várias gerações da família Emo, até 2004, quando foi comprada por um banco e hoje é administrada por uma fundação. A Villa Emo está no famoso tratado de arquitetura de Palladio, “Os quatro livros da arquitetura”, que ele começou a escrever aos 22 anos e que se transformou a publicação de arquitetura mais prestigiosa de todos os tempos.

villa emo arquiteto andrea palladio

villa emo do arquiteto palladio vêneto

villa emo arquiteto andrea palladio no vêneto

villa emo arquiteto palladio vêneto

A Villa Emo fica aberta de segunda à sexta-feira, das 10h3- às 12h30 e das 14h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 18. (de maio a outubro). De novembro a abril os horários são: de segunda à sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 18h30. A estrutura fica fechada nos dias 25 de dezembro, 31 de dezembro e 1º de janeiro. O ingresso custa 7 euros.
3 comments
Previous Post
Next Post