Conheça o mais belo jardim da Itália

Bem próximo a Padova, na pequena cidade de Valsanzibio, está o Jardim Barbarigo, um dos jardins mais belos da Europa e considerado o mais belo jardim da Itália. A obra foi encomendada em 1630 pelo nobre veneziano Francesco Barbarigo. Um de seus filhos, bispo de Padova, para pagar uma promessa, pensou em um jardim que simbolizasse o caminho do homem em busca da própria salvação, um monumento que fosse emblema da estrada que leva o homem do erro à verdade, da ignorância à revelação.

jardins na itália

O responsável pelo projeto foi o arquiteto Luigi Bernini, irmão do famoso Gian Lorenzo Bernini, que contribuiu com tantas obras importantes em Roma como a basílica de San Pietro e a Fontana dei Quattro Fiumi. O percurso do jardim, na alegórica busca da perfeição, começa por um labirinto verde que possui sete paredes representando os sete pecados capitais. A cada vez que se depara com uma parede, o “jogador” é convidado a refletir sobre seus erros.

O labirinto verde
O labirinto verde
Se encontrar uma parede pela frente é sinal de que deve voltar e refletir sobre os erros que tem cometido na vida...
Se encontrar uma parede pela frente é sinal de que deve voltar e refletir sobre os erros que tem cometido na vida…

Depois de conseguir sair do labirinto, chega-se à gruta do eremita, que simboliza o espaço onde meditar sobre as descobertas feitas ao seguir o labirinto.

A gruta do eremita, lugar de meditação
A gruta do eremita, lugar de meditação

O jardim possui fontes, esculturas, lagos, árvores seculares, 70 estátuas esculpidas em pedra de Istria em 10 hectares de um verde sem igual. Tudo muito bem cuidado ao longe de impressionantes 350 anos.

Estátuas e esculturas incríveis que sobrevivem por séculos
Estátuas e esculturas incríveis que sobrevivem por séculos

Seguindo a alegoria do jardim, chega-se à ilha dos coelhos que convida à reflexão sobre a condição humana comum, sujeita à ação do espaço e do tempo. O mesmo significado tem a estátua do tempo, outra belíssima alegoria presente no jardim.

A ilha dos coelhos
A ilha dos coelhos
A estátua do tempo
A estátua do tempo

Dentro do jardim, a Villa Barbarigo era a casa da família e ainda hoje mantém as características da construção original dos anos 1600.

Esta é a vila onde viveu a família Barbarigo
Esta é a vila onde viveu a família Barbarigo

No lago em frente à entrada da vila, tem vários cisnes, dois deles eram negros. Eu nunca tinha visto cisne negro. Tudo a ver com a atmosfera do lugar.

O cisne negro
O cisne negro
A placa mais piada: Atenção, atravessamento de rãs e sapos, não esmagá-los
A placa mais piada: Atenção, atravessamento de rãs e sapos, não esmagá-los

O jardim e vila Barbarigo ficam em Valsanzibio na região das Colinas Eugâneas, pertinho de Padova, ou Pádua. Já falei sobre a região neste post aqui. A entrada custa 9 euros.

9 comments
Previous Post
Next Post