Burano, um mergulho na calmaria da ilha colorida

Na maioria das vezes, quando planejam uma viagem pela Itália, as pessoas separam poucos dias para conhecer Veneza. Mas tem tanta coisa linda para ser vista bem pertinho da cidade que vale a pena dar uma esticada no roteiro. Um dos motivos válidos é Burano. A ilha, que fica na parte setentrional da Laguna de Veneza, é uma pequena joia que merece ser visitada.

burano

Para chegar a Burano é necessário utilizar o vaporetto ou um táxi barco. A linha 12 sai do ponto Fondamente Nove e a viagem dura aproximadamente 45 minutos. Se você for sair da estação de trem, basta pegar a linha 4.2 e 5.2 e descer na Fondamente Nove para mudar de barco. Mas se quiser descobrir uma Veneza diferente, fora do circuito turístico, ir a pé até a parada é uma ótima oportunidade.

Durante a viagem você poderá apreciar a paisagem da laguna e ver Veneza por outro ângulo. A ponta do vaporetto não é coberta, mas tem poucos lugares. Se conseguir, sente-se ao fundo para poder curtir o visual. Vale a pena.

ponto-vaporetto-em-veneza

A ilha de Burano é pequena e em uma hora dá para fazer um passeio muito agradável. Burano não tem grandes atrações como monumentos e muitas igrejas, o charme aqui é passear em uma atmosfera completamente diferente de tudo o que você já viu. Por ser mais isolada, Burano permaneceu muito pacata e o ritmo da cidade é mais lento. Aqui dá pra ver as velhinhas bordando, as mulheres que arrumam suas casas, varrem as ruas, colocam as roupas pra secar. Um ritmo de cidadezinha do interior.

O que mais chama atenção em Burano são as casas coloridas. Diz a história que antigamente os pescadores no período do inverno ficavam muito tempo fora de casa e a névoa que cobria a paisagem não permitia que eles vissem a ilha quando retornavam da pesca. Assim decidiram pintar cada casa de uma cor para poderem reconhecê-las de longe.

giro_em_burano

burano ilha

Burano é conhecida também pela arte do merletto, um trabalho de renda que fez com que a ilha ficasse conhecida internacionalmente. Reis, rainhas e a nobreza europeia encomendavam os bordados das artesãs buranelas para eventos especiais e enxovais. No dia de sua coroação, em 1643, Luis XIV usou um colar de merletto que levou 2 anos para ficar pronto.

Pela ilha existem várias lojinhas que vendem toalhas, vestidos, lenços e vários objetos realizados com a técnica do merletto. Além disso, na praça central a cidade conta com o Museu do Merletto, criado para requalificar a arte e documentar sua memória.

bordado burano

Em Burano existem ótimos restaurantes especializados em peixe e frutos do mar que preparam pratos da tradição lagunar, entre eles o Risotto di Go´,um risoto feito com o caldo de um peixe típico da ilha. A Trattoria Romano é um dos restaurantes mais tradicionais da cidade, mas eu gosto muito do Riva Rosa, que é charmoso, aconchegante, tem ótima comida e garçons muito cordiais.

dica-restaurante-burano

Se a ideia é fazer um lanche veloz, o bar que fica bem em frente à parada do vaporetto serve peixe frito bem gostoso.

Outra coisa que você não pode deixar de experimentar são os doces de Burano. Os mais famosos são o bussolai e o esse, que são biscoitos deliciosos feito com farinha, manteiga, baunilha e ovos.

burano_passeio

O bom mesmo é passear por Burano com calma, sem compromisso com o relógio pra curtir o ritmo da cidade, fotografar as casinhas coloridas e levar uma ótima recordação da ilha. Não perca a oportunidade de passear por Mazzorbo e Torcello, as ilhas que ficam coladas em Burano.

Leia mais sobre Murano

Leia mais sobre Mazzorbo e Torcello

Dicas de como se locomover em Veneza, clique aqui.

 

Procurando hotel em Veneza? Clique aqui

 

 

16 comments
Previous Post
Next Post